Complexo "Serviços & Utilidades"

Terça, 28 Janeiro 2014 19:11

Saga do Cavalo Pantaneiro será apresentada no carnaval de Corumbá

Escrito por 
Avalie este item
(1 Votar)

A escola de samba Mocidade Independente da Nova Corumbá, fundada em 22 de junho de 1999, vai levar para a avenida General Rondon o enredo “A Saga do Cavalo Pantaneiro”, uma ideia do diretor de carnaval, Geraldo Albaneze, que vai contar a trajetória feita de Poconé até Corumbá por Nheco Gomes da Silva no lombo de um cavalo pantaneiro.

O colunista social Alfredo de Sartory, que assumiu a presidência da agremiação em maio do ano passado, disse que o enredo conta como o cavalo pantaneiro foi inserido em Corumbá e como se adaptou por ser de origem espanhola. “O pecuarista Luiz Otavio Carneiro refez a rota feita pelo seu tetravô pelo meio do Pantanal, conta a garra e a força que o cavalo pantaneiro tem e que foi trazido pelo espanhol conhecido como Cabeça de Vaca”, explicou.

Campeã do carnaval 2012 e vice no ano passado, a Mocidade da Nova Corumbá vai levar para a avenida um enredo que mostra como foi todo esse processo e contar um pouco da história do cavalo, dando destaque para a rota que passa pela Nhecolândia.

Os trabalhos começaram um mês depois da posse de Sartory, com desenhos, protótipos e promoções. Fantasias de ala estão quase prontas e a agremiação já começa a preparar os destaques e os carros alegóricos. “Todo presidente de escola de samba faz um carnaval para ganhar, infelizmente só uma escola leva, mas todos estão trabalhando dentro do regulamento para fazer um bom carnaval e quem sabe levar o título este ano”, argumentou o presidente da Mocidade.

A escola de samba deve desfilar com 1.200 componentes distribuídos em 12 alas. Serão cinco carros alegóricos e 130 integrantes na bateria. No barracão da agremiação, o trabalho está bem adiantando e os carnavalescos Ricardo Vilalva e Francis Fabian fazem os ajustes para que tudo dê certo na Avenida. Quem quiser adquirir uma fantasia para desfilar pode se dirigir à rua Delamare n° 1608 ou ligar no 9248-8999.

Confira a letra do samba-enredo

“A Saga do Cavalo Pantaneiro”
Música: Um galope de amor
Autores: Marcos César e Geraldo Albaneze
Participação: Sandro Nemir

Canta Mocidade!

Na passarela, um galope de amor,
Cruzando meu Pantanal, adrenalina no ar,
A minha arara, vai voar!
Por terra e água a cavalgar
Trilhando a história do cavalo pantaneiro
Com Zap, seu melhor amigo,
Luiz Otávio Carneiro.
Conel Cabeza de Vaca!
O cavalo chegou
Índio valente Guaicuru
O domesticou.
Em verde, vermelho e branco
Corre, corre, Guaicuru tropeiro
Swinga, minha bateria,
O show é seu, cavalo guerreiro!
De Poconé a Corumbá
Aventura, emoção!
Cavalgando e desbravando
Os encantos deste chão.
De Nheco à nhecolândia
O paraíso contagia,
Confiança, resistência,
Força, raça e magia.

Diário Corumbaense

Ler 2609 vezes